Destino Imortal - O teu destino está marcado Episódio 1

24-01-2010 22:33

 

 

Apartir de agora, e todas as semanas, o site Sobrenatural: O Oculto vai estar atento às novas séries vampiricas da SIC (Lua Vermelha), apartir do dia 31 e da TVI (Destino Imortal) apartir de 24 de Janeiro.

Sendo assim aqui fica uma recap do primeiro episódio de Destino Imortal.

 

Estamos na era dos vampiros. É impossível negar esse facto. Desde "Crepúsculo" que se tem vivido um aumento de crenças e devoções sobre este tema. E por isso, a televisão portuguesa não podia ser diferente.

É nesta situação que surge "Destino Imortal" que conta a história de um amor impossível entre uma vampira e, ao que parece filho de um vampiro. Mas começando pela história em si, temos um primeiro plano com Miguel (Pedro Barroso) que teve um trágico acidente com a sua mãe. Miguel sai ileso do que parece ser um acidente fatal sem qualquer ferimento enquanto que a sua mãe acaba por falecer.

Tentando viver uma vida normal, vai viver para casa da sua avó e entra na Universidade. E logo no primeiro dia conhece Sofia (Catarina Wallenstein) uma rapariga muito misteriosa com uma palidez fora do normal e que chama nele um sentimento que nunca antes sentiu e habilidades que julgava não ter. A história desenrola-se com Miguel a conhecer Valentina (Evelina Pereira), irmã de Sofia, e com um comportamento um pouco estranho. Valentina é uma vampira que não tem medo de outros vampiros incluindo a sua irmã, com a habilidade de conseguir andar ao sol (por uma mutação genética) e assim mata sem medo. E assim ficamos a conhecer a familia de Sofia incluindo o aparecimento de Victor (Jorge Corrula), um vampiro muito forte sedento de sangue também.

A história vai-se desenrolando com Valentina numa reunião de adoração ao Satanás, Miguel a aproximar-se de Sofia e a revelar-se mais forte do que qualquer outro humano e assim, tentando proteger Sofia da sua familia, acaba demonstrando do que é capaz a Victor que investiga mais sobre este humano estranho. Acaba assim por descobrir que Miguel é filho de um vampiro com uma humana, sendo diferente de outros vampiros do género.

 

Sendo esta uma das primeiras histórias com conteúdo sobrenatural produzidas em Portugal, penso que o resultado não está mal. Muitos sãos os clichés e muitas são as cópias de histórias de amor vampirescas (tanto Crepúsculo como Vampire Diaries) como por exemplo: Valentina é a Victoria da televisão portuguesa. A sua maneira de ser e vestir são demasiado parecidas com a vilã de Crepúsculo, a Sofia infelizmente era vampira da cintura para cima pois tinha uma pele branca como a cal e umas pernas bem morenas, os efeitos em algumas ocasiões falham o que trás uma sensação que se podia fazer melhor (saltos e voos que por vezes se tornam ridiculos na história) e claro que não se podia deixar de falar daquela dança com os pais de Sofia. Foi simplesmente absurdo a forma como Artur Ribeiro escreveu esta situação. E claro o "polícia sensível" que tudo o que sabia fazer ao ver um corpo foi vomitar, demonstrando as cenas dramáticas duma forma estúpida. Cheguei mesmo a perguntar "Mas que raio? O polícia está no primeiro dia de serviço?". E falando em mortes, num só episódio 3 pessoas foram assassinadas, sendo uma delas essencial ao desenvolvimento da história. É mais uma prova da falta de poder dramático em Portugal.

Mas nem tudo são más notícias. Os pontos maus são evidentes mas os pontos bons chegam mesmo a superar algumas cenas menos conseguidas. Um deles que é muito evidente é a química entre Sofia e Miguel e muitas das cenas deles foram muito, mas muito bem conseguidas. A caracterização de personagens como Victor e o dono do bar estão fantásticas e claro que o elenco transforma esta série num "Não percas o próximo episódio" pois é mesmo esta a sensação que temos.

Esta é então uma série que, apesar de ter muitas falhas pode trazer um novo passo na televisão portuguesa. Só falta ver a reacção de "Lua Vermelha" a esta série de culto.

Tópico: Destino Imortal - O teu destino está marcado Episódio 1

Não foram encontrados comentários.

Novo comentário